Header Ads

Covid-19. Autarquia manda abrir 300 covas em cemitério de São Paulo. Veja as imagens

A medida faz parte do plano de contingência da cidade para lidar com a Covid-19. No Brasil há mais de 40 mil casos de infeção e já morreram 2.588 pessoas.


Cerca de 300 covas foram escavadas no sábado numa grande vala comum num cemitério em São Paulo, no Brasil, no âmbito do plano de contingência da cidade para lidar com a pandemia da Covid-19. A empreitada contou com o trabalho de 13 retroescavadoras, de acordo com informações do Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias (Sindsep) citadas pela imprensa brasileira.

A prefeitura de São Paulo decidiu contratar uma empreiteira privada para realizar as escavações da enorme vala, de acordo com a Folha de São Paulo. O sindicato dos trabalhadores diz que os funcionários dos serviços funerários da cidade — que não foram informados da obra —  habitualmente dispõem apenas de quatro retroescavadoras para trabalhar em todos os cemitérios da cidade.



Num comunicado de imprensa citado pelo portal G1, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, confirmou que a abertura das covas no cemitério de Vila Formosa integra um plano de contingência do serviço funerário da cidade, cujos detalhes serão revelados nos próximos dias.

“Vamos fazer tudo o que for possível para não termos em São Paulo as cenas lamentáveis que vimos pelo mundo. Do Equador a Nova Iorque, a questão do enterro dos mortos vítimas desta pandemia tem sido um desafio. Queremos estar preparados e organizados para minimizar a dor das famílias e garantir, dentro das limitações que o momento impõe, que as pessoas possam ter um sepultamento digno e organizado“, disse Bruno Covas.

Na semana passada, a autarquia daquela cidade brasileira criou mesmo um comité para gerir a implementação do plano de contingência do serviço funerário, com membros das várias secretarias municipais.

Os números mais recentes apontam para a existência de mais de 40 mil casos de Covid-19 no Brasil, país onde já morreram 2.588 pessoas vítimas da infeção. A resposta à pandemia naquele país não tem sido unânime, com o presidente Jair Bolsonaro a desacreditar as autoridades de saúde — tendo inclusivamente substituído o ministro da Saúde durante a crise — e apelando aos estados brasileiros que levantem as restrições ainda esta semana.
Com tecnologia do Blogger.
Big Brother 2020 - Reality Show - BB2020 - BB 2020 - Sondagem BB2020 - Sondagem Big Brother 2020