Header Ads

Maria C. Gomes revela que precisou de ajuda psicológica após estreia na TVI


Maria Cerqueira Gomes falou da sua mudança para a TVI: “Eu tinha noção que ia ter uma posição muito exigente, eu ia substituir a Cristina Ferreira…”

Maria Cerqueira Gomes concedeu uma entrevista a Carina Caldeira para o seu programa “Glitter Late Night” onde respondeu, sem filtros, a todas as perguntas, via videochamada.

Continuar a ler

A apresentadora falou da forma como está a viver a sua quarentena, da sua participação atual no “Você na TV” e do futuro, mas a dada altura, lembrou também a sua mudança do Porto para Lisboa para apresentar o programa das manhãs da TVI ao lado de Manuel Luís Goucha.
“Foi a maior viagem interior que eu fiz na minha vida, eu tive a maior experiência e mais desamparada, que me fez voar mais alto, que me desafiou enquanto profissional, mãe, mulher, filha, amiga…”, começou por recordar, admitindo que foi surpreendida com o “impacto” que toda a sua mudança teve.
“Eu tinha noção que ia para um sítio exigente, para uma posição muito exigente, eu ia substituir a Cristina Ferreira, mas eu não tinha ideia do impacto que isso iria ter, da fase que a TVI ia enfrentar, da responsabilidade.”, confessou.
Foi então que a jovem portuense revelou que, ao fim de dois meses na TVI, foi ‘obrigada’ a procurar ajuda psicológica:
“Ao fim de dois meses, procurei ajuda, comecei a fazer terapia e ainda bem que foi assim…”, admitiu, revelando que já tinha feito anteriormente mas acabou por ter outro peso, uma vez que a idade e o contexto foram outros.
“Foi uma forma que eu encontrei de lidar com certas coisas…”, afirmou.
Maria Cerqueira Gomes garantiu ainda que nunca se deslumbrou e talvez a ajuda psicológica tenho ajudado a que isso não acontecesse.
Vê aqui o momento, ao minuto 10:00.
Com tecnologia do Blogger.
Big Brother 2020 - Reality Show - BB2020 - BB 2020 - Sondagem BB2020 - Sondagem Big Brother 2020